A coexistência entre ciência e religião*

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A coexistência entre ciência e religião*

Mensagem  JackWaters em Ter Fev 24, 2009 2:03 pm

*Aqui refiro-me ao cristianismo, mais especificamente do catolicismo e evangelismo, e a outras doutrinas, cristãs ou não, que compartilham de dogmas em comum a estes.


Ao longo de toda a sua história, a ciência tentou coexistir com a religião, apesar da opressão desta. Cientistas em todo o mundo tiveram seus trabalhos queimados, ridicularizados, perseguidos pela intolerância religiosa e muitos já foram ameaçados de torturas e morte. Ainda assim, a ciência sobreviveu e hoje tenta amenizar alguns dos graves problemas causados pelo fanatismo religioso. Citarei aqui alguns deles:

1º Grande Problema: Ignorância Sexual

Apesar de seu discurso clássico “sexo só depois do casamento”, o que acontece é que a Igreja perdeu já há muito tempo boa parte do controle que tinha sobre seus fiéis, e a realidade que vemos é muito diferente: pessoas solteiras tendo relações sexuais descompromissadas. O grande problema é que muitas dessas pessoas são jovens e inexperientes e não possuem o conhecimento adequado sobre os riscos que correm e cuidados que devem tomar no ato sexual.

A ciência ofereceu uma solução para isso: Educação sexual.

A religião não aceitou...

Através de uma política que promove a ignorância, transformam o sexo em uma idéia suja que não deve ser dialogada, ensinada ou praticada com outros fins além de reprodução. Na esperança vã que o não conhecimento do ato possa impedir a realização do mesmo, acabam por promover também a explosão de doenças sexualmente transmissíveis e a gravidez indesejada.

Formam jovens alienados que não sabem se cuidar, não conhecem os riscos que correm, não sabem explicar o que sentem; só sabem que têm um forte desejo, uma libido instintiva que os torna sedentos por satisfazer suas necessidades carnais(que em alguns casos extremos pode resultar em estupro e abuso de menores).

2º Grande Problema: DST’s e a gravidez indesejada

Conseqüência direta do 1º problema (a desinformação), este se revela uma realidade crescente em todo o mundo.

A ciência já percebeu há muito tempo - apesar da vista grossa da Igreja para o assunto – que a antiga fórmula (“sexo só após o casamento”) não funciona nem nunca funcionou bem; portanto, baseando-se no fato que as pessoas fazem sim sexo também antes do casamento, ofereceu uma maneira simples e prática de evitar as dst’s e a gravidez indesejada: o uso de preservativos, a pílula e outros métodos contraceptivos.

Mais uma vez a religião não aceitou...

Seus argumentos são baseados na “vontade divina”. Segundo a Igreja, o sexo deve ser feito unicamente com a finalidade de procriação, e os métodos supracitados seriam antinaturais e supostamente promoveriam a libertinagem e a desunião das pessoas, que não se uniriam mais por amor, e sim pelo mero desejo sexual.

Em alguns países africanos há uma verdadeira “cruzada” contra os preservativos, promovidas por líderes religiosos locais. Camisinhas são queimadas em praça pública e o povo é instruído a não usá-las. Coincidência ou não, a África é o continente com o maior número de aidéticos do mundo.


3º Grande Problema: A fome

Era de se esperar que com tanta gravidez indesejada, a população mundial aumentasse significativamente, principalmente nos países mais pobres, onde a maior parte da população não tem acesso à educação sexual (mas igrejas não faltam). Isso acarreta outro problema: a falta de alimentos para toda essa gente.

De fato, atualmente o maior problema não é a falta de alimentos, mas a má distribuição dos mesmos; porém a ciência propôs uma solução que poderia ser de extrema importância para os países essencialmente agrários: Os transgênicos. Alimentos naturais modificados geneticamente para ficarem maiores e mais nutritivos, entre outras características.

A religião novamente não aceitou...

Seu discurso se baseia na rejeição à manipulação genética. Além disso, alguns homens do clero consideram que os transgênicos não servem para combater a fome no mundo.


4º Grande Problema: O incentivo à superpopulação

Bem, já que não podemos usar preservativos nem outros métodos anticoncepcionais, ao menos podemos interromper voluntariamente uma gravidez indesejada, certo? Errado!

Para combater o problema da gravidez indesejada, a ciência propôs outra solução:
O aborto.

A religião... Bem... Vocês já sabem.

Seu discurso desta vez é de que a vida é sagrada, portanto intocável, e que a criança vindoura não tem culpa da irresponsabilidade (ou desinformação?) dos pais, e não cabe aos seres humanos tirar a vida de outros seres humanos; só o seu deus tem direito a isso.

Milhões de mulheres terão filhos indesejados sem a menor condição de sustentá-los; não poderão lhes oferecer uma criação e educação adequadas e, se essas crianças sobreviverem até a idade adulta, provavelmente repetirão o ciclo, gerando mais e mais sofrimento aos futuros bebês que não têm culpa da “irresponsabilidade” de seus pais.


5º Grande problema: O boicote à pesquisa que realmente pode salvar vidas

Tudo bem, tudo bem, não podemos usar preservativos nem abortar, mas usar células de embriões congelados para salvar vidas pode, né?

Não!

Neste momento, milhares de pessoas no mundo todo estão nascendo com alguma deficiência ou sofrendo acidentes que mudarão suas vidas para sempre. São amputações, deformações, lesões graves, perdas de tecidos, etc.

Até o final do século passado, essas pessoas não teriam esperança nenhuma de uma melhora em seu quadro clínico, porém a ciência propôs uma solução inusitada e ainda experimental: As células-tronco .

Estas células - encontradas em embriões e cordões umbilicais - têm a capacidade de se multiplicar e se diferenciar em cada tecido do corpo humano(ossos, sangue, músculos, etc), podendo repor células não-renováveis perdidas nesses locais. Atualmente elas são a única esperança para o tratamento de inúmeras doenças e lesões na medula.

Mas a religião é uma caixinha de surpresas...

As pesquisas com as células-tronco enfrentam um imenso obstáculo imposto pela Igreja, pois esta vê nas pesquisas um atentado à vida (sim, eles também consideram os embriões congelados como seres humanos vivos).

Embora os embriões dos quais são extraídos as células-tronco são os que estão em congelamento há mais de 3 anos e que, de acordo com as regras, seriam jogados no lixo, isso não parece afetar a opinião da Igreja.

Enquanto isso pessoas sofrem no mundo todo aguardando uma cura que não chega porque está sendo barrada.

6º Grande Problema: A persistência no sofrimento

Doentes terminais, sem chance de cura, sobrevivendo através de máquinas e tubos logicamente devem ter o direito de decidir se querem morrer com dignidade ou permanecer na dor indefinidamente, certo?

Sem chances!

Para as pessoas que agonizam na cama de um hospital, sobrevivendo em um quase ou total estado vegetativo, a ciência oferece uma opção: A eutanásia. A escolha entre permanecer vivendo naquele estado ou desligar os aparelhos e morrer de forma indolor.

Mas a religião é uma caixinha de surpresas...

Usando uma frase tão clichê quanto vazia - "Enquanto há vida, há esperança" - associada à fé de que, novamente, apenas seu deus tem o direito de dar e tirar a vida (engraçado, por ninguém vai pregar num matadouro de animais?), a posição da Igreja contra a eutanásia é clara: Não se deve desrespeitar a vida.

Algumas ramificações do cristianismo pregam que deve-se crer que Jesus é a fonte de cura e que se deve ter fé até o último momento, pois ele pode salvar sua vida milagrosamente.

Enquanto esperam, milhares de pessoas sofrem dia-após-dia sem ter ao menos o direito de decidir sobre suas próprias vidas...


Conclusão:

Existem diversos outros temas em que a ciência e a religião divergem entre si e sempre haverá, mas ao contrário da vista grossa que a religião faz para as mazelas do mundo que ela mesma semeou, a ciência vem tentando remediar os problemas.

Infelizmente, essa instituição chamada Igreja Católica ainda traz valores medievais aos tempos atuais, oprimindo nossa ciência, manipulando a opinião pública e gerando ignorância e descaso com problemas fundamentais de interesse de toda a humanidade.

Não apenas a Igreja Católica, mas a maioria das religiões cristãs e outras religiões que compartilham desses dogmas também colaboram para este quadro decadente em que vivemos.

É um ciclo vicioso.

A cada passo que a ciência dá, a religião recua 2.



Bibliografia:
http://drauziovarella.ig.com.br/entrevistas/celulastronco.asp
http://www.jesussite.com.br/acervo.asp?Id=1041
http://www.jornalacidade.com.br/noticias/63904/igreja-discute-aborto-e-eutanasia-na-cf.html
http://www.sarinho.adv.br/lermais_materias.php?cd_materias=7120
http://www.mni.pt/destaques/?cod=4648

[b]

JackWaters
Admin

Mensagens : 33
Data de inscrição : 21/02/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A coexistência entre ciência e religião*

Mensagem  AJ em Ter Fev 24, 2009 3:35 pm

Ótimo texto! Apenas não tenho opnião muito bem formada sobre o aborto, a não ser em casos de estupro... neste acho que é quase unanimidade.

AJ
Iniciante
Iniciante

Mensagens : 1
Data de inscrição : 24/02/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

hummmm

Mensagem  Falanger em Ter Fev 24, 2009 3:43 pm

quando pararem de ligar religião somente ou principalmente com o catolicismo...talvez achem uma resposta

Falanger
Iniciante
Iniciante

Mensagens : 25
Data de inscrição : 23/02/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Falanger

Mensagem  JackWaters em Ter Fev 24, 2009 3:46 pm

Leia a observação marcada pelo asterisco Wink

JackWaters
Admin

Mensagens : 33
Data de inscrição : 21/02/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

sim

Mensagem  Falanger em Ter Fev 24, 2009 4:38 pm

sim jack mas vc inconcientemente ja remete religião...ao essa curiola podre...logo sempre quando falam de religião ja levam essa em consideração....se fose falar sobre religião..fale sobre religião...se for falar de cristianismo podre evangelicos locos ou seila oq...troque o titulo então...
mesma coisa q eu falar...Vo falar sobre os homosexuais forum fitoplancton filosofico..aew o cara ja remete...no esse povo é tudo viado..
aew vc coloca un asterisco la * os viados são o darkill e o jack...
sem generalização..quando realmente é nessesario a objetividade..ela n existe

Falanger
Iniciante
Iniciante

Mensagens : 25
Data de inscrição : 23/02/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A coexistência entre ciência e religião*

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum